ACESSE

'Fui o líder de um governo que não queria ter base', diz Vitor Hugo

Telegram

Ejetado do cargo de líder do governo na Câmara e substituído por um representante do Centrão, Ricardo Barros, Vitor Hugo afirmou que a gestão Jair Bolsonaro está em “nova fase”, na qual há uma base governista na Casa.

“Ser o líder de um governo que não queria ter uma base significa ter que conversar muito mais, dialogar muito mais sobre o mérito das questões”, disse o deputado do PSL goiano a O Globo.

A mudança se deveu a uma nova “avaliação de cenário” da parte do presidente, acrescentou Vitor Hugo — não deixa de ser um modo elegante de dizer “loteamento de cargos para o Centrão”.

O parlamentar afirmou ainda que quer focar em “trabalhar por seu eleitorado” em Goiás, mas disse que continuará à disposição de Bolsonaro.

Leia mais: O DNA da corrupção

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 27 comentários