Funai queria criar criptomoeda indígena

Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, suspendeu um contrato de 44,9 milhões de reais da Funai assinado com a Universidade Federal Fluminense (UFF) três dias antes de encerrar o governo de Michel Temer.

O contrato milionário, no apagar das luzes, consistia, informou O Globo, na elaboração de serviços como mapeamento funcional, criação de banco de dados territoriais e implementação de criptomoeda para populações indígenas.

Servidores da Funai denunciaram que os trabalhos são “de questionável pertinência técnica” e foram contratados “sem análise técnica de nenhum setor”.

2019 não será um ano para amadores. Conte com a ajuda de especialistas para chegar são e salvo a 2020 AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. To ate vendo… Índio liga o jabuti, transfere via garça a criptomoeda e passa sua castanha no pé de jatobá pra sacar folhas e gravetos e enfiar no c*U* de petista corrupto e safado.

Ler mais 129 comentários
  1. To ate vendo… Índio liga o jabuti, transfere via garça a criptomoeda e passa sua castanha no pé de jatobá pra sacar folhas e gravetos e enfiar no c*U* de petista corrupto e safado.

  2. Contran/Funai/Ibope/Ibama/STF/OAB/Agências tipo ANA/ANAC etc… todos essas inúteis instituições devem, ser jogadas na lata do lixo da história e partirmos para uma modernização do Estado sem p

  3. Criptomoeda = famosas pirâmides. Os primeiros que entram ficam ricos e os demais pagam o pato. Esperem para ver todas elas evaporarem… Pior, só esse governo maldito gastar dinheiro com isso…

  4. A limpeza vai ser grande e muito difícil. Petista é igual erva daninha, deixou cresce fudeu, tem em tudo quanto é lugar. Nas universidades federais então, está uma praga, limpem tudo, vamos exter

    1. De acordo, mais do que questionar a liberdade das universidades federais, é importante que os alunos compreendam que são mantidos com recursos públicos e que o patrimônio deve ser preservado.

  5. Esse assunto parece bem mais sério! Criar moedas próprias dentro do país não é crime? Bolsonaro precisa expulsar essas ongs estrangeiras da Amazônia e denunciar o caso, mundialmente.

    1. Esquerdista detected! Concordar com algo que nem os servidores da FUNAI concordam e perceberam “questionável pertinência técnica” e que “nenhum setor fez análise técnica” é no mínimo crimin

  6. Tem que extinguir a FUNAI, rever todass as demarcações anteriores, proibir qualquer outra demarcação, expylsar ongs e estramgeiros e cortar qualquer verba pra farsa indígena.

    1. O pior do Gov. é esse tipo de desrespeito ao cidadão, via fanatismo religioso. Criminalizar todos q ñ estão sob a batuta de “líderes” picaretas vai ser o calcanhar de aquiles do Gov. Escola=Igr

    2. Ñ colou a divisão social do PT. O BR elegeu Bolso pra governar o país. O discurso dela foi horrível. Qlq 1 com Bíblia vira pastor. Tipo o q esturpo@ o filho e enteado e tocou fogo. 1 ômi de deus

    3. A mesma coisa praticam os “defensores” da família. Seita petista substituída por fundamentalistas religiosos em pleno 2019. Isso ñ é bom pra nossa sociedade. Extremismos em um BR diverso não co

  7. Essa grana seria gerida pela turma de Marcelo Freixo (PSOL) dentro da UFF. esse dinheiro seria redirecionado para militância fazer barulho contra o governo. Parabéns, sra. Damares!

  8. Primeiro ato da ministra que a imprensa ironizou economiza quase 45 milhões dos cofres públicos. Não é pouca coisa. Será que a imprensa esquerdóide vai reconhecer esse grande feito? Duvido.

    1. Mensalão e Petrolão serão fichinhas perto da roubalheira dessas ONGs com participação de servidores públicos, jazidas inteiras de minérios! Acho que vai dar Trilhão!

    1. as Ongs criariam países-estados para entrarem com ações na ONU e se tornarem independentes, essas áreas são ricas em minérios!

  9. E assim que funciona; primeiro demarcam uma província mineral para pequenas etnias…Depois vem a moeda fantasma..em seguida as guerras por independência financiada por grandes corporações e O

  10. É muito mais GRAVE, é TRAIÇÃO AO BRASIL. A Soberania baseia-se em: 1- Especificidade cultural (Índios); 2 – Suficiência Econômica (Criptomoedas) e 3 – Capacidade Militar ( Rússia, China, etc.)

    1. Para: Ceni… além dos petistas e pelegos têm também os Psolistas… a infestação é maior do que vc citou….

    2. E, pra dar um nó na sua cabeça, ainda tem a UFRRJ, que é a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, fica em Seropédica….

    3. E mais… UNIRIO é Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, que não tem nada a ver com a UERJ, que é Universidade Estadual do Rio de Janeiro.. portanto são 4 universidades distintas..

    4. UFRJ é Universidade Federal do Rio de Janeiro e UFF é Universidade Federal Fluminense… tem “apenas” uma Baía da Guanabara de diferença entre as duas… informe-se antes de postar…caraca…

    1. Isso eu não sei, mas esse assunto tem que ser devidamente investigado e ao final PUNIR EXEMPLARMENTE todos os envolvidos e se possível prendê-los.

  11. Tudo isto é mais alguma coisa já havia sido denunciado pelo gal. HELENO em entrevista na Globonews. Entrariam com pedido de independência na ONU e tornaria o território indígena um outro país.

  12. Pra essas coisas que servem essas universidades públicas, esses milionários elefantes brancos. Só abrigam militantes de esquerda (profissionais de 5ª), formam filhos de ricos e roubam contribuinte

  13. Olha, se cortarem os milhares de esquemas parecidos que existem na máquina é capaz de nem precisar de reforma da previdência para o país levantar voo. É muita picaretagem com nosso dinheiro.

    1. Paulo, você está quase “certo”. Basta uma picaretagem (uma) em cada município, mais uma nos muitos “órgãos estatais”, serão mais de 6.000 picaretagens. A reforma… precisa.

  14. As ONGS internacionais querendo arrancar um pedaço do Brasil, subsolo riquíssimo, declarando o estado Ianomani. Já tinha demarcação, bandeira, hino, constituição e agora moeda.

    1. Consultaram os indígenas? hahahaha. Esse povo tá de brincadeira. Dinheiro sobrando no caixa para atender os “indigenistas”. Não os índios.