Funaro atinge Geddel e Alves

Entre os principais alvos da delação de Lúcio Funaro, antecipada por O Antagonista, estão os ex-ministros Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) e Henrique Eduardo Alves (Turismo), dois dos mais próximos aliados de Michel Temer.

Funaro indicou contas bancárias, confirma O Globo, nas quais teriam sido depositadas propinas para ambos, supostamente a mando de Eduardo Cunha.

O doleiro explicou ainda de onde tirou e como fez o dinheiro chegar a Geddel, apontando também viagens e até o número de voos que usou para se encontrar na Bahia com o ex-ministro, hoje em prisão domiciliar em Salvador.

9 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. É… Parece que aquela história de “deixa o homem trabalhar…”, “esperem 2018 que será julgado…”, etc., não se sustenta mais. O homem tá rodeado de bandidos, mesmo. Como é o chefe,…

  2. Só pelos alvos atingidos por essa ‘delação’, fica evidente que por de trás está o PT.
    O que eles chamam de GOLPE nada mais é do que uma TRAIÇÃO, e por isso, o troco está sendo dado.
    Cadê Lula e Dilma? Mesmo com 13 anos de (des)governo, eles não aparecem.