Funaro confirma devolução de honorários de Mariz, mas nega relação com quebra de sigilo

O ex-operador Lúcio Funaro, que virou colaborador da Força-Tarefa da Greenfield, confirmou a O Antagonista que recebeu do advogado Antonio Carlos Mariz de Oliveira o valor de R$ 300 mil como devolução de parte dos honorários pagos, após rescisão contratual.

Ele ressalta, porém, que desconhece “totalmente os motivos” que levaram a Justiça Federal a determinar a quebra do sigilo bancário do escritório do advogado e que acha difícil a medida ter alguma relação com o fato.

“Confirmo que recebi o valor de R$ 300.000,00 como devolução de parte dos honorários por mim pagos àquele escritório, devido à rescisão unilateral do mesmo contrato pela contratada. Quanto aos motivos que levaram a Justiça a determinar a quebra de sigilo do escritório Mariz de Oliveiro, declaro que desconheço totalmente os motivos, assim como nego, até onde tenho conhecimento, que a medida judicial decretada se deva a atos que envolvam minha pessoa.
Respeitando o acordo assinado, continuo colaborando com as autoridades.”

Comentários

  • Vitória -

    Pois é...Pq não quebraram ainda o sigilo dos advogados de Adelio Bispo? Isto é um absurdo!

  • Gilson -

    Trezentos mil! E é parte de um "contrato"! Não é muuuuuuito dinheiro, não?

  • Mrs.Robinson -

    Investiguem os ministros do supremo , o Renan é o advogado do Adélio , e não os bons advogados que estão fazendo seu trabalho , e bem difícil diga-se de passagem : Defender o indefensável .

Ler 21 comentários