Funaro: os operadores de Temer

Lúcio Funaro disse em sua delação, obtida por O Antagonista, que Michel Temer tinha como operadores José Yunes, Wagner Rossi e Marcelo Azeredo, além do coronel João Baptista Lima Filho.

Yunes é o advogado e ex-assessor especial de Temer que foi apontado como intermediário de uma propina da Odebrecht para Temer.

Funaro acredita que Yunes seja “o maior operador” do presidente. Ele contou à PGR que ouvia de Cunha que o advogado usava sua incorporadora para lavar propina para Temer.

Assim como Yunes, o coronel teria usado sua empreiteira para escoar propina de contratos de Angra 3. Enquanto isso, Rossi e Azeredo operariam na Codesp (Porto de Santos).

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Ler mais 9 comentários
    1. Temer, quase todos pmdbistas, psdbistas, a totalidade dos petistas, psolitstas, pcdobestista, quase todos juizes do stf, banqueiros e outros vagabundos entre funcionario publico e privado estao envolvidos em varias maracutaias.
      Somente nao estariam se fossem muito, mas muito burros.
      Burros eles nao sao.

    2. CANALHA, CAIA FORA DAÍ SE VOCÊ TIVER UM PINGO DE HONRA, MAS TENHO CERTEZA QUE NÃO CAIRÁ, POIS HONRA É ALGO QUE OS CANALHAS NÃO TEM…!!!!!

    3. Esta aí pelo visto o começo da delação e a culpa de cada um e Temer é claro não seria o coadjuvante e sim o ator principal de toda a roubalheira. Agora esta na hora dele cair fora como a outra e começar a pagar pelo que fez.

    Os comentários para essa notícia foram encerrados.