ACESSE

Funcionário do STF impediu que advogado deixasse aeroporto após desembarque de voo com Lewandowski

Telegram

O advogado Cristiano Caiado de Acioli contou a O Antagonista que, após o desembarque do voo com Ricardo Lewandowski, foi impedido de deixar o aeroporto de Brasília por um técnico judiciário.

Trata-se de Alexandre Magno Andrade Gorga, designado há três meses como chefe da seção de segurança pessoal de dignitários do STF. Gorga atuou por anos como motorista do ex-ministro Sepúlveda Pertence.

Acioli teve de esperar que a PF chegasse ao local para, então, ser levado à Superintendência regional de Brasília, onde prestou depoimento.

O Senado mandou uma "continha" extra de R$ 6 bi para você pagar. Quem vai defender VOCÊ?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 274 comentários