ACESSE

Fundo do Audiovisual abre linha de crédito de R$ 400 milhões

Telegram

O Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) da Ancine abriu hoje o período de inscrições para pedidos de financiamento de uma linha de crédito emergencial.

A decisão pela abertura da linha de R$ 400 milhões foi tomada em uma reunião do Comitê Gestor do FSA, em junho.

“Após este crítico momento, a ideia é que retomemos as linhas de crédito com foco em investimento, especialmente em acessibilidade às salas de exibição”, disse Petrônio Cançado, diretor de Crédito e Garantia do BNDES.

 

Esta é a primeira liberação de recursos do Fundo Setorial do Audiovisual desde que a Ancina descobriu um rombo de R$ 650 milhões em investimentos assumidos pelo FSA.

Ainda na gestão de Regina Duarte, a Secretaria de Cultura recebeu um ofício do TCU em que questionava as razões para a paralisação da política de fomento ao setor cultural. A abertura do crédito foi realizada em meio às pressões que a Ancine tem sofrido.

Leia mais: Bolsopetismo pró-impunidade: a aliança para enterrar a proposta de prisão após condenação em segunda instância

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários