Fux arquiva inquérito envolvendo Paulinho da Força

Luiz Fux, do STF, arquivou um inquérito que investigava Paulinho da Força por peculato na aquisição de uma fazenda em Itararé (SP), em que a Força Sindical atuou no treinamento de famílias assentadas.

O ministro entendeu não ser possível imputar, na esfera penal, responsabilidade ao deputado por eventuais irregularidades ou desvios decorrentes da compra do imóvel.

As investigações começaram em 2001.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 19 comentários
  1. enquanto isso em Curitiba, o patético Moro fica contado recibos de um suposto apartamento supostamente alugado supostamente comprado supostamente com dinheiro de propina. Ah, mas é o LULLA. estes vcs borram de medo de enfrentar nas urnas

    1. Graças ao “patético” Moro e a Lava Jato foram recuperados mais de 10 bilhões de reais da quadrilha liderada pelo molusco. Ahhh o “patético” Moro virou juiz federal com 25 anos de idade. Vc faz o que da vida??

  2. Pois o Fux é tão bonzinho que até que compensou o tempo gasto . Isso é para aqueles que confiam na justiça . Tem que manter isso , viu ? Confiança é tudo nesses casos . Podem reparar como a justiça só é alcançável para quem confia. é quase um sacramento , um ato de fé . Uma coisa mística. Mas superior . Sempre superior. Destinada somente a alguns eleitos pelo manto da esperança.

  3. Esse Ministro que nunca foi juiz, e nunca será não passa de um office-boy de partido!
    O povo tem que sair as ruas e mandar prender os criminosos!
    O Supremo é a Casa do Crime Organizado, é um CaCo!
    Luladrão teu lugar é na prisão!

    1. Pois o Fux é tão bonzinho que até que compensou o tempo gasto . Isso é para aqueles que confiam na justiça . Tem que manter isso , viu ? Confiança é tudo nesses casos . Podem reparar como a justiça só é alcançável para quem confia. é quase um sacramento , um ato de fé . Uma coisa mística. Mas superior . Sempre superior. Destinada somente a alguns eleitos pelo manto da esperança.