Fux mantém data de audiência de Jair Bolsonaro

O ministro Luiz Fux negou o pedido de Jair Bolsonaro para adiar seu interrogatório na ação penal que responde no STF por incitação ao crime, registra a Época.

O presidenciável tem audiência marcada para 4 de abril, em caso que envolve a deputada Maria do Rosário.

Comentários

  • João -

    Esse "processo" movido pela baranga histriônica hipócrita contra o Bolsonaro é de um ridículo absurdo, surreal, mesmo... O sujeito está querendo ferrar estupradores, reduzindo a maioridade penal, a muquirana defende estupradores e agora ele é acusado de "incitação ao estupro". E o besteirol ainda vai parar no STT! Kafkiano, porra! Só mesmo no Judiciário do Brasil...

  • demostenes -

    STF =VERGONHA DE UM POVO. SÃO TODOS CABOS ELEITORAIS.

  • Junior -

    O juiz das quadrilhas do Sérgio Cabral e do José Dirceu. O beija pé. Esse stf trocado por um barril de esgoto, perde-se a embalagem.

Ler 118 comentários