Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fux nega pressão por sabatina de Mendonça: "Desafio qualquer um a identificar um telefonema meu"

O presidente do Supremo Tribunal Federal reage a boatos e diz que também nunca falou com o ex-AGU "sobre Lava Jato e segunda instância"
Fux nega pressão por sabatina de Mendonça: “Desafio qualquer um a identificar um telefonema meu”
Foto: Rosinei Coutinho/STF

O presidente do STF, Luiz Fux, negou ter pressionado Davi Alcolumbre a marcar a sabatina de André Mendonça no Senado. Em entrevista ao Estadão, o ministro também desmentiu os boatos de que teria conversado com o ex-AGU, indicado por Jair Bolsonaro ao Supremo, “sobre Lava Jato e segunda instância”.

Desafio qualquer um a identificar um telefonema meu para o senador Alcolumbre. E eu nunca falei com o ex-ministro André Mendonça sobre Lava Jato e segunda instância, nem sei o que ele pensa sobre essas questões. Minha posição é institucional.”

Apesar disso, Fux criticou a demora do Senado em marcar a sabatina de Mendonça. Segundo o presidente do STF, a indefinição gera constrangimentos e um problema institucional, já que o plenário e passa a julgar casos com risco de empate no resultado.

Por que essa demora? Outros que foram indicados depois do ex-ministro da Justiça já foram sabatinados e confirmados. […] A indicação de um nome para o Supremo [pelo presidente da República] pode até demorar, porque é preciso analisar nomes e escolher o melhor, mas nunca se viu essa demora no Senado para sabatinar o escolhido.”

Como registramos ontem, passou a circular na imprensa a versão de um André Mendonça lavajatista — uma piada de mau gosto.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO