Fux quer julgar ações contra Bolsonaro nos próximos seis meses

Luiz Fux disse hoje acreditar que as duas ações penais de sua relatoria em que Jair Bolsonaro é réu podem ser julgadas pelo STF nos próximos seis meses.

As duas deverão ser julgadas pela Primeira Turma do STF. O estopim é o mesmo –a declaração do presidenciável, em 2014, de que não estupraria a petista Maria do Rosário porque ela “não merecia”. Uma ação é da deputada, outra do MPF.

“São duas ações penais, uma privada, outra pública. Uma está mais adiantada que a outra (…). Então, o ideal é julgar junto, porque os fatos são os mesmos, a categorização é que ficou diferente”, declarou Fux.

Comentários

  • Lygia -

    O PT perdeu mesmo a nocao do ridiculo e passou ao vale tudo, mas a cada acao destas demonstra que vem perdendo a mao e a credibilidade, consequentemente.

  • Erigilson -

    Eu só querida entender: Como disse que não a estupraria, foi processado. ( o fundamento da queixa é preconceito ?). E se tivesse achado que era merecedora , seria aplaudido ? Espero que a Justiça entenda bem bem e adote a posição correta. Quem estupra é condenado e quem se recusa, também ?

  • Carlos -

    COMO NÃO HA QUEIJO NA PRAÇA PORQUE A RATAIADA DO PT COMEU TUDO SO RESTA AOS QUE COMIAM SANDUBA DE MORTADELA COMER RATO COM PÃO!

Ler 118 comentários