VÍDEO: Fuzis em endereço de acusado de matar Marielle

Em um dos endereços que seria ligado ao policial militar reformado Ronnie Lessa, preso hoje pela execução de Marielle Franco, policiais encontraram grande quantidade de armas desmontadas, incluindo fuzis.

A informação acaba de ser confirmada por Giniton Lages, delegado responsável pela investigação.

Assista ao vídeo:

A Lava Jato pode abrir mais uma caixa preta. SAIBA MAIS

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. ⚠️ Infelizmente a polícia no Brasil ainda é muito despreparada! Os caras tinham que estar de luvas, isolar digitais das caixas e acessá-las no banco de dados! Outros envolvidos seriam desvendad

Ler mais 27 comentários
  1. ⚠️ Infelizmente a polícia no Brasil ainda é muito despreparada! Os caras tinham que estar de luvas, isolar digitais das caixas e acessá-las no banco de dados! Outros envolvidos seriam desvendad

  2. Amizade não deve ser confundida com interesse mútuo. Havendo suspeita de interesse, o melhor teria sido aceitar a suspeição. Se o STF cair em descrédito, a situação se complica muito.

  3. É impossível competir com políticos e militantes de esquerda. Eles deturpam a moral do ser humano comum, mas não tem nenhuma para ser deturpada. É um time que não precisa obedecer as regras e as

    1. Interessante que a própria vítima não mostrar nenhum interesse ou cobrança da polícia, ministro da justiça ou vai demorar um ano para desvendar este mistério

    2. Que papo mais besta!! só faltou perguntar quem mandou matar o Kenedy…, o caso do Adelio agora está sob a alçada do Sergio Moro.., é a ele que vc deve dirigir a pergunta.