Gabbardo: “Acredito que em dois meses a gente comece a vacinação”

João Gabbardo Reis, coordenador do Comitê de Contingência da Covid-19 em São Paulo, cobrou do Ministério da Saúde celeridade para definir a logística de distribuição das vacinas.

Para ele, o país vai precisar de vacinas de dois ou três laboratórios diferentes, já que nenhuma empresa poderá fornecer sozinha a quantidade necessária de doses para imunizar a população.

“Essa logística vai envolver muita discussão. Tem que envolver os estados. O Ministério da Saúde tem que começar a chamar as secretarias estaduais e municipais, para já começar a fazer o planejamento. Não podemos deixar para planejar isso quando as vacinas tiverem registro da Anvisa. Ou vamos perder tempo. O ideal seria que neste momento o planejamento estivesse pronto”, afirmou em entrevista à CNN.

Na avaliação de Gabbardo, a população começará a ser vacinada em dois meses.

“Falta muito pouco. Nós já estamos há quase dez meses no enfrentamento. Acredito que em mais dois meses, sessenta dias, a gente comece a fazer a vacinação”.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 32 comentários
TOPO