Garçonete que acusa Wassef de racismo depõe

A garçonete de uma pizzaria de Brasília que disse ter sido chamada de “macaca” por Frederick Wassef prestou depoimento hoje à polícia.

Além dela, duas testemunhas, que trabalham no local e que presenciaram a suposta ofensa, foram à delegacia falar sobre o caso.

A polícia pediu à pizzaria e ao shopping onde está localizada imagens de câmeras de segurança.

Como mostramos mais cedo, segundo o relato de Danielle Oliveira, Wasssef reclamou da pizza e começou a ofendê-la.

“Essa pizza não tá boa! Você comeu?”. Ela disse ter respondido que não. “Você é uma macaca! Você come o que te derem”, afirmou o advogado, segundo Danielle.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários
TOPO