Garçonete que acusa Wassef de racismo depõe

A garçonete de uma pizzaria de Brasília que disse ter sido chamada de “macaca” por Frederick Wassef prestou depoimento hoje à polícia.

Além dela, duas testemunhas, que trabalham no local e que presenciaram a suposta ofensa, foram à delegacia falar sobre o caso.

A polícia pediu à pizzaria e ao shopping onde está localizada imagens de câmeras de segurança.

Como mostramos mais cedo, segundo o relato de Danielle Oliveira, Wasssef reclamou da pizza e começou a ofendê-la.

“Essa pizza não tá boa! Você comeu?”. Ela disse ter respondido que não. “Você é uma macaca! Você come o que te derem”, afirmou o advogado, segundo Danielle.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais lidas
  1. Huck 2026?

  2. Urgente: MP aponta desvio de vacinas em Manaus e pede prisão do prefeito; desembargador declina

  3. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  4. MP investiga salário maior de jovens médicos apadrinhados por prefeito de Manaus na vacinação

  5. Pandemia 'pode ter sido fabricada', diz Bolsonaro

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários
TOPO