Garotinho hiperativo

A Procuradoria Regional Eleitoral investiga se, além de comprar votos e tentar subornar um juiz, Anthony Garotinho tentou interferir na investigação de que era alvo por meio da corregedoria da PF no Rio.

O Globo teve acesso a um telefonema interceptado com autorização da Justiça em que Garotinho pede a um agente federal um encontro com o “novo corregedor”.

“Eu quero despachar ele para Campos para trabalhar lá”, diz Garotinho.