ACESSE

Gebran refuta questionamento da defesa de Lula sobre delações

Telegram

Durante a leitura de seu voto, o desembargador federal João Pedro Gebran Neto rechaçou os questionamentos da defesa de Lula sobre os acordos de colaboração premiada.

Os advogados do petista deram a entender que os delatores eram forçados a falar.

“A tentativa de dissociar os acordos de colaboração da voluntariedade carece de causa razoável”, disse Gebran.

“Aquele que anui com o acordo assume compromisso apenas de colaboração. Não se exige que se arrependa de seus crimes.”

Como Lula e o PT agem para incitar a baderna e fazer Bolsonaro sangrar até 2022. Mais aqui

Comentários

  • Luiz -

    Isso sim é um desembargador

  • JORGE -

    Isto sim é argumento técnico, sem falácias políticas, sem xingar nem ofender ninguém, enfim, sem se considerar um DEUS

  • Adriana -

    Se esses caras honrasse suaS calças daria 200anos para o LULADÃO!.

Ler 10 comentários