Geddel de peito aberto

Geddel Vieira Lima ligou para o presidente da Comissão de Ética Pública, Mauro de Azevedo, para lhe pedir que abra logo o processo do edifício de Salvador para que ele possa se defender.

O ministro também repetiu o discurso em telefonema ao conselheiro José Saraiva, que pediu vista do caso.

Faça o primeiro comentário