GEDDEL QUER SABER COMO O BUNKER FOI DESCOBERTO

Em petição enviada ao STF, Geddel Viera Lima quer saber como a Polícia Federal descobriu o bunker onde estavam escondidos em malas e caixas 51 milhões de reais.

A defesa do ex-ministro dos governos Lula, Dilma e Temer pede ao ministro Edson Fachin que mande a ‘autoridade policial’ indicar qual foi o número telefônico de quem fez a denúncia anônima, informa o Estadão.

Não custa lembrar que essa apreensão foi a maior de dinheiro vivo da história da Polícia Federal. Geddel está preso.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 129 comentários
  1. Será que o advogado de Gedel não sabe o que prevê a Constituição Federal, em seu artigo 5º, inciso XIV, e caso não saiba, vou reproduzir: “XIV – é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional”.
    Já no Código penal temos o artigo 325, que trata sobre Violação de sigilo funcional: “Artigo 325 – Revelar fato de que tem ciência em razão do cargo e que deva permanecer em segredo, ou facilitar-lhe a revelação”

  2. Geddel que espelha-sr em seus pares, cidadãos não comuns, todos confessos entre si, desconhece a palavra anônima. Terá que aprender. Será que o Gilmar pode ensina-lo.

  3. Acho que ele tem todo o direito, uma vez que o judiciário ‘abdicou’ de seus direitos no caso do Aécio. O STF, por livre decisão, transformou-se num órgão carimbador de crimes de colarinho branco. Muito justo que o Geddel processe e coloque na cadeia as autoridades policiais que o prenderam. Afinal, não há nenhuma diferença entre Aecio e Geddel.

  4. Esse é o “estado democrático de direito” cumprindo o “devido processo legal” das “instituições que estão funcionando” com a “independência entre os poderes” em “plena democracia”.

  5. Contagem Regressiva

    10

    9

    8

    7

    6

    5

    4

    3

    2

    1

    Para o Reinaldo Azevedo embarcar na defesa do Geddel Vieira Lima. A primeira postagem do Reinaldo virá caso Fachin negue o pedido do Geddel.

    1. Exatamente! Não entendo como uma pessoa culta como o Reinaldo Azevedo pode ser tão burra que defenda com unhas e dentes a “legalidade jurídica”, mesmo que ela esteja errada e seja feita para beneficiar bandido!

    2. Não é burrice, é interesse. O Lacaio é assessor do PSDB de Aécio, Gilmar e Temer. É bem remunerado e defende com veemencia o interesse de seus amos.

  6. Tá certo o Geddel. Tem que prender quem denunciou e até os policiais que participaram da diligência. Afinal não é assim que o país está procedendo com tudo? Ele, Geddel é uma vítima pelos padrões brasileiros. Bandidos são esses malucos que o perseguem

  7. Os passarinhos do Michel Temer não cantam
    O Eduardo Cunha ameaçou cantar, com aquelas perguntas em forma de delação que fez para o Temer. Mas foi apenas uma chantagem.
    Depois da entrevista que deu para a Revista Época, todo mundo sabe que o passarinho Cunha anda comendo alpiste nas mãos do Temer.
    E o passarinho Geddel, pelo jeitão da coisa, também não vai cantar.
    O passarinho Rocha Loures também se mantém calado.
    Os passarinhos do Michel Temer estão seguindo a receita do passarinho do Lula, o João Vaccari Neto, que se manteve calado, não cantou para o Juiz Moro e vai conseguir sair impune. Semana que vem mesmo Vaccari vai voar livre, impune e em direção ao seu chefe, que vai lhe encher de pixuleco.
    Moral da estória:
    No mundo da corrupção política brasileira, passarinho que canta – que faz delação premiada – não come alpiste, vai passar fome.
    O segredo é ficar quieto, preservar o chefe, esperar por ajuda e contar com a histórica impunidade que sempre imperou no Brasil, desde 1500. No Brasil, só é punido de verdade os três P: Put@; Pobre; Preto.

  8. Se a moda pega, todo bandido cuja investigação tenha começado por alguma denúncia anônima, irá pedir à polícia que revele o telefone do denunciante, de modo que a identidade do denunciante seja revelada.
    Era só o que faltava
    Muitos inquéritos polícias sobre tráfico de drogas começam com denúncias anônimas.
    Anônimos ligam para a Polícia dizendo que em determinada casa há tráfico. Uma denúncia anônima, duas, três denúncias anônimas, todas elas indicando que numa determinada residência há uma movimentação estranha, muito entra e sai, etc….os policiais vão anotando.
    Com essas informações, os policiais saem a campo. Fazem uma vigília perto da casa denunciada. Veem que ali há realmente um comércio de drogas. Agem. Prendem os traficantes

    SE IMPERAR ESSA BARBARIDADE PEDIDA PELO GEDDEL, OS DENUNCIANTES DO TRAFICANDO DO EXEMPLO ACIMA PODERÃO TER SUAS IDENTIDADES REVELADAS, CASO O TRAFICANTE PEÇA QUE AS PESSOAS QUE O DENUNCIARAM SEJAM IDENTIFICADAS.

    1. SE IMPERAR ESSA BARBARIDADE PEDIDA PELO GEDDEL, OS DENUNCIANTES DO traficante DO EXEMPLO ACIMA PODERÃO TER SUAS IDENTIDADES REVELADAS, CASO O TRAFICANTE PEÇA QUE AS PESSOAS QUE O DENUNCIARAM SEJAM IDENTIFICADAS.

  9. Esse Geddel deve estar sendo ajudado pelo Michel Temer
    Alguém da PF, alinhado com o Temer, deve ter passado alguma dica para a defesa do Geddel. Alguma coisa na investigação que possa anulá-la.
    Não teve o vazamento de que o Lula seria preso? Não saiu da PF? Por que alguém da PF não poderia estar ajudando o Temer agora?
    O Michel Temer precisa livrar o Geddel da cadeia e desse processo, caso contrário o Temer vai rodar também.
    Por isso é importante para o Temer continuar Presidente. O sujeito tem muito poder. Pode articular muita coisa ali dentro. Obter informações, etc.

  10. Me desculpem, sou uma senhora da terceira idade tentando acompanhar os acontecimentos, porém essa distorção de bandido preso com a boca na botija tentar reverter sua posição questionando a lei, na minha sincera opinião é para prender e jogar a chave fora.

  11. Quer fazer graça. Nem se anime. A investigação foi enviada para Moro. A malandragem no presídio gosta tanto de político corrupto. Vai pegar uns 22 anos de xadrez. Podia delatar Temer e pegar uma beirinha de nada no semiaberto. Vai se fuder e comer a palma sozinho. Ninguém consegue 51 milhões sozinho.

  12. o contraditório disse: 2 de novembro de 2017 às 21:17
    Não houve denuncia anônima, mas sim, grampo ilegal em cima do Geddel. Geddel ja sabe disso e vai pedir anulação do processo.
    .
    .
    .
    “o Geddel já sabe disso”
    Sabe como?
    Quem contou para ele?
    Então, o advogado que fez essa pergunta, não a fez no escuro, a fez orientado por alguém que lhe contou que algo de irregular aconteceu?
    Mas quem deu essa dica para o advogado do Geddel? Alguém da própria PF?

  13. Essas perguntas que o advogado fez parecem aquelas perguntas que o Eduardo Cunha, quando ainda não tinha se acertado com o Michel Temer, fazia para este último. Não eram perguntas, eram um esboço de delação em forma de chantagem para o Temer se mexer, para ajudá-lo. Funcionou. O Cunha parou de fazer perguntas em forma de delação para o Temer.
    Agora a gente vê esse pedido do advogado do Geddel, feito de uma forma como se ele já soubesse de algo. Como se alguém da própria polícia o tivesse orientado a seguir por esse caminho, pois teria havido alguma irregularidade na obtenção da prova. No Brasil de hoje, os bandidos do colarinho branco têm inúmeros defensores, inclusive na Imprensa.
    Vocês acham mesmo que o Michel Temer iria deixar o Geddel preso indefinidamente, sem ajudá-lo de alguma forma? rs

  14. Não vai demorar muito, o Reinaldo Azevedo vai entrar nesse caso. Anotem isso. Vai entrar para dizer que Geddel tem razão e que o Processo dele deve ser anulado por um motivo qualquer, em nome do Estado Democrático de Direito e blá blá blá e mais um criminoso de altíssima periculosidade estará solto.
    Livrar o Geddel da cadeia interessa diretamente a Michel Temer.
    Esse tipo de pedido não é feito de graça
    Alguém de cima, do Governo Temer, cantou a bola para a defesa do Geddel.
    Pode ser até gente da Própria polícia federal trabalhando para o Temer
    Esse país definitivamente será carcomido pelo “Estado Democrático de Direito”.

    1. Ele sabe disso?
      Quem contou para ele, senhor sabichão?
      Foi alguém da Polícia Federal, que trabalha para o Michel Temer?

  15. um CRIMINOSO requer a IDENTIDADE DO DENUNCIANTE ANÕNIMO,
    só na Banânia, em um país SÉRIO este Cara seria PRESO SÓ POR ESTE PEDIDO, e o Adevogado dele perderia a habilitação profissional.

    é ÓBVIO que ele quer COAGIR O DENUNCIANTE,
    o Brasil virou um país tomado por MAFIOSOS PERIGOSOS.

    SE Fachin tiver vergonha na cara, vai perguntar DIGA NOS AUTOS QUAL O MOTIVO DA NECESSIDADE DE CONHECER O DENUNCIANTE’, e mesmo assim vai NEGAR, prque Delinquente não tem nada que saber quem denunciou seu crime.

  16. Episódio: Se Apartamento Funcional Falasse

    No gabinete do manda-chuva, logo pela manhã:
    — Entre! Avante, Doutor Bedel.
    — Bom dia, chefe. Como o senhor está?
    — Ótimo, ótimo. Sente-se.
    — Sim, senhor. Agradeço muito ter me chamado. Estou curioso. As pernas estão meio bambas e doloridas.
    — Relaxe, rapaz! Muito trabalho por esses dias?
    — Sim, senhor. E como! Estou reformando meu apartamento.
    — Tenho ouvido falar muito bem de você. O Doutor Robério Cajú, meu amigo de sangue, diz que o senhor é leal, manipulável e prestativo.
    — Manipulável? Mesmo? Foi muita gentileza da parte dele.
    — Disse que trabalha muito até tarde… sem marcar horas extras.
    — Pois é. Como vê, às vezes tenho que levar o trabalho para fora de casa.
    — Não seria para ‘dentro de casa’, Bedel?
    — Também. O fluxo é intenso. E o tempo não para.
    — Não para, não. Tanto que o Doutor Felino da Secretaria Geral e o Matilha das Relações Públicas da casa estão arranhando-se e mordendo-se como dois animais, para obter sua transferência para os departamentos de coleta deles.
    — Não podia, nunca, imaginar uma coisa dessas. Me sinto lisonjeado.
    — Diga-me, Bedel, o que faz para ser tão popular?
    — Não sei.
    — Pense… “Cui bono”?

  17. — Nada muito excepcional, chefe. Eu guardo as malas e cuido de caixas.
    — Caixa?
    — Cuido do estoque.
    — Olha, Bedel… não sou um idiota. Estou sabendo de tudo que se passa nos meus condomínios.
    — Ah! Sim?
    — Que tipo de serviço você presta?
    — Como?
    — Tem uma chave que passa de mão em mão. É a chave de um local misterioso.
    — A do banheiro executivo?
    — Não. De um apartamento funcional! Sabe de quem é esse apartamento?
    — Não… de quem?
    — Do leal, manipulável, prestativo e bom de bico: o senhor, seu Bedel! Vai negar isso?
    — Peremptoriamente… sim! Ou melhor, não, não vou negar. O apê é meu.
    — Isso é um sim ou um não?
    — Deixe-me explicar.
    — Estou esperando.
    — Quando fazia o colégio arquidiocesano… sofria bullying dos coleguinhas.
    — Coleguinhas? Que argumentação ridícula e infantil é essa?
    — Posso continuar com o meu… “flashback”?
    — Seja breve no seu comentário.
    — Me chamavam de gordinho, espinhento, porco-espinho, suíno… essas coisas.
    — Engole o choro e explique-se melhor, homem!
    — Naquele tempo, ninguém ia com a minha cara. Nem os cremes importados anti-acne.
    — Dito assim, parece até que havia uma legião de suburbanos zoando com as berebas do seu rosto…

  18. — É uma péssima lembrança. Aqueles bichos-grilos folgados!
    — Será? Não é imaginação?
    — Vossa excelência pode até duvidar. Foi uma adolescência brava. Não pegava ninguém.
    — Disso… não duvido. Agora, tire suas mãos de mim!
    — Desculpe, chefia. Foi a lembrança do meu pai, um político matreiro como o senhor…
    — Isso foi um elogio, anãozinho?
    — Vendo o meu sofrimento, o meu coroa resolveu me presentear com uma quitinete funcional e um Opala verde e me disse: “Os carros espiam os homens que correm atrás de mulheres. Vai, Bedel! Vai ser playboy na vida!”
    — Tempo e dinheiro perdido! E aí, o que você fez?
    — Comprei rodas tala larga, rodei e deitei meio mundo… Mundo, vasto mundo.
    — Selvagem…
    — Da noite para o dia… passei a ser popular na escola. Infelizmente, um momento de fama passageira.
    — Não gostaria de ser citado numa biografia autorizada por isso, não é?
    — Positivamente? Quem dera, ao menos uma vez. Na formatura, ninguém me disse ao menos obrigado.
    — Tentei chorar e não consegui. Termine a sua narrativa, cascateiro!

  19. — Um dia, um amigo que morava longe — onde um daqueles Judas Priest perdeu as botas — me disse que tinha um show. Precisava de um lugar para se lavar e se trocar. Emprestei o meu apê, baratinho. Em dólar.
    — Recebeu direitinho?
    — O cara atrasou. Cobrei multa por atraso. Foi o meu capital inicial.
    — O negócio tava russo, hein?
    — Minha sorte mudou! A notícia vazou e, de repente, todos tinham um show para ir. Quando se empresta a juros escorchantes a um, não se pode negar aos outros.
    — Lei do mercado da oferta e da barganha da procura. E a inadimplência dessa plebe rude?
    — Para minimizar os riscos e aumentar os lucros, comecei a cobrar juros sobre juros. E foi assim que tudo começou…
    — Bedel, conseguiu me convencer que o empréstimo da chave era uma prova… de amizade.
    — Ao menos uma vez… consegui provar que quem tem mais do que precisa ter, quase sempre se convence que não tem o bastante.
    — Exatamente, Bedel. Uma sociedade de monstros como a nossa, se apoia na confiança mútua. Mas saiba bem: todo funcionário público que se comporte de maneira indecorosa merece um puxão de orelhas…
    — Puxão de orelhas, senhor?

  20. — Quantas pessoas fazem parte desse seu pequeno clube de malas sem alça?
    — Só uns quatro.
    — Podemos ficar orgulhosos dessa percentagem tão baixa de adesão. Isso não quer dizer nada. Quatro ou cinco notas falsas dentro da caixa… ou enfiadas no meio mala… Bobagem! Não influenciam na contagem final! Mas se isto aumentar…
    — Não aumentará! Acredite. Não voltará a acontecer, senhor! Ninguém usará mais o meu apartamento.
    — Não vamos exagerar! Fica só entre nós. Onde fica seu apartamento?
    — Aqui perto. Não tem ideia do que tenho passado com os vizinhos, o zelador e a chave.
    — Como faz com a chave?
    — Eu entrego em mãos. Depois de usar o apartamento… o usuário a coloca na frente da porta, sob o tapete.
    — Essa é rotina da malandragem?
    — Não acontecerá mais, eu prometo.

  21. O ramal do chefe toca. A secretária do outro lado da porta, está na linha:
    — Sim, senhorita?
    — Sua esposa na linha dois. O senhor atende?
    — Quem? Ah… está bem, transfira, senhorita… — confirmou, com a voz melodiosa — Alô, querida? Onde estava? Levou o Júnior ao dentista? Ótimo, ótimo. Espere na linha, mozão. Vou te colocar na musiquinha…

    O colaborador, na moita, tentava sair de fininho:
    — Aonde vai, Bedel?
    — Não quero atrapalhar. Como está tudo conversado e esclarecido…
    — Sente-se de novo. Fica! Ainda não acabei com você, suíno!
    — Vejo que decorou o meu apelido de escola…
    — Olha, amor, hoje à noite não vou jantar em casa. O José Matusalém do Maranhão está aqui. O velhinho xarope e gagá, ele mesmo. Vou levá-lo ao teatro. Vamos ver o Bolshoi. Fazer o quê? Uma boa ação de vez em quando, infelizmente, não faz mal a ninguém! Não, não me espere acordada, viu? Isso, mesmo… querida.

  22. O velhote desliga. Semblante leve e risonho para o subordinado.
    — Diga-me, Bedel. Conhece o Bolshoi?
    — Não, senhor. É amigo seu?
    — O grupo russo, meu caro!
    — Não gosto do grupo do russo, chefe.
    — É o grupo de balé. Espetáculo de dança. Bailarinas, homem!
    — Ah, que ótimo, ótimo. Quase excelente.
    — Gostaria de assistir, seu ladrão de bordões?
    — Claro! Um dia, talvez.
    — Essa noite?
    — Com o senhor? Pensei que iria levar o Matusalém para ver o espetáculo de dança.
    — Não, eu tenho outros planos. Já coloquei a múmia e a cinderela para dormir. Quer as entradas ou não?
    — Muito amável de sua parte. Mas, não me sinto bem. Vou direto para a cama.
    O chefe avermelhou-se todo de raiva:
    — Bedel, você não me entendeu. Disse que tenho outros planos!
    — Eu também. Vou tomar duas aspirinas e um antigripal e me jogar na cama.
    — Você é jovem e inexperiente, vou lhe dar uma colher de chá. Aceite conselhos de alguém mais esperto do que você.
    — Está certíssimo, excelência. Chá quente, está nos meus planos, também. Melhor dar essas entradas do balé… para outra pessoa.

  23. — Olhe, Bedel, não vou lhe dar essas entradas e sim… trocá-las.
    — Trocá-las? Pelo quê? Meu limite do cartão está estourado, chefe.
    — Aqui na sua ficha de avaliação diz que você é esperto, astuto e também cheio de imaginação.
    — Exageraram, chefe! Sou apenas leal, manipulável e prestativo.
    — Não queria te contar, mas… haverá recolocação no ministério, no mês que vem.
    — Puxa, chefe, é mesmo? Já?
    — No que me diz respeito, você é um sério candidato ao maior cargo. Pelo seu… destaque!
    — Como é que é?
    — Agora… me dê essa chave do apartamento! E anote o endereço. Não tenho o dia todo. Tenho duas malas novinhas em folha, cheinhas, me esperando lá fora.

  24. A coisa tá tão de ponta a cabeça que não duvido nada deste senhor ganhar no STF o direito ao reembolso do dinheiro com juros e correção e mais uma indenização do Estado (dos trouxas dos pagadores de impostos)

  25. Só falta essa, que nojo!! O presidiário bandido quer as provas para examinar!! Só pode ser piada de mal gosto do gordão. Ei, ei!! senhor diretor da papuda, entrega ele para o Funaro, a gracinha do presidiário vai acabar na hora.

  26. Caro presidiário vou lhe ajudar: O CABRÃO É CAPO DE TUTTI CAPI ,USA VER
    MELHO,GOSTA DE PLANTAR POSTES,NÃO TEM UM DEDO NA PATA DIANTEIRA,GOSTA DE ENCHER A CARA DE CACHAÇA, E COMER CABRITAS SEM PRESERVATIVOS POR ESSE MOTIVO SUA PROLE É COMPOSTA DE CABRITINHOS CHIFRUDOS.QUE TÁ DIFÍCIL ANDAR NAS ALAS TÁ,AH… ISSO TÁ ,CADEIA É ASSIM MESMO.JÁ…JÁ TUDO ACABA NUM ESBARÃO, PODE SER COM O GRAVATA,PODE VIR NO JUMBO,FODE SER NA MÃO DO FUNÇA,NA ÁGUA ….FIQUE TRANQUILO PAPI NOEL TÁ CHEGANDO ,LADRÃO SAFADO

  27. .
    só no Curu !!! mas, SÓ NO C.U.R.U.H, mesmo !!!
    o BANDIDÃO ameaçando as autoridades !!!
    vamos passar a limpo essa ”’Istória”’; passar a limpo E ESCALDAR !!!
    QUEM É O GRANDÃOZÃO que está por trás ???
    .
    QUEM É O GRANDÃOZÃO ???
    QUEM É O GRANDÃOZÃO ???
    QUEM É O GRANDÃOZÃO ???

  28. A cabeça dele deve estar a prêmio e descobrir quem fez a denúncia parece ordem que veio de cima. Dentro da organização criminosa Geddel faz o serviço bruto o capo com certeza está protegido pelo foro privilegiado. Essa movimentação merece atenção.

  29. Você quer mudar o Brasil, mude a opinião do seu porteiro, do motorista de táxi, da sua empregada. Mude a opinião daquelas pessoas que você conhece e que tem ou tiveram pouco acesso à educação de qualidade. Mude a opinião daquelas pessoas que não conseguem entender um texto com mais de 140 caracteres. Mude a opinião das pessoas que não são do seu círculo de amizade. Só assim, uma mudança de mentalidade profunda acontecerá no país. Caso contrários seremos sempre reféns da ignorância.

  30. O Brasil é mesmo o país dos absurdos! Um criminoso requerer a suprema corte do país ‘quem’ indicou o local onde se encontrava a prova concreta dos seus crimes? E ainda quer o telefone? O nome do agente? Será que ele não quer também que o ministro indique o local onde a fonte pode ser pego numa emboscada?

  31. Tá vendo, Gilmar, o que da ficar dando moral e razão pra bandido!!!? Geddel, vamos combinar o seguinte: diz pro Brasil de onde vieram os 51 milhões e com quem você partiria essa dinheirama, e a PF responde sua inepta pergunta.

    1. É mas o Gedel pode estar sendo instruído por todos estes que estão tentando acabar com as investigações da Lava Jato a qualquer custo. Estas perguntas deve ser para encontrar alguma dessas firulas jurídicas que são utilizadas pela justiça para acabar com o processo e soltar os criminosos.

  32. Nun país onde o que impera é a inversão de valores, Gesdel tem todo direito e razão.
    Se não explicarem direitinho, Geddel tem de ser inocentado e o processo engavetado. IMHO

  33. Será que é para parabenizar o denunciante? Cheiro fortissimo de retaliação. O cabra pensar isso estando dentro da cadeia so demonstra o alto grau de periculosidade do sujeito. Moro nele!

  34. Bom, nessa nova fase do Brasil que o PT inaugurou 15 anos atrás, em que o ESTADO DE DIREITO defendidos por todos os corruptos parece prevalece sobre a lei, está ai o bandido intimando a justiça e a polícia a informarem para ele, quem os dedurou e o telefone do mesmo.

    Se isso for para o STF, dependendo onde e com quem cair, existe a possibilidade que acatem esse pedido, intimando que essas informações sejam integralmente repassadas ao preso.

    ISSO É O BRASIL DO ESTADO DE DIREITO.

    PODEMOS DIZER QUE ESTAMOS INDO PARA O MESMO CAMINHO DA VENEZUELA, E NÃO ESTAMOS LONGE.

    CADÊ O GENERAL MOURÃO QUE SUMIU DO MAPA. QUANDO VAI SER RETOMADA DO PODER PARA QUE O BRASIL VOLTE A SER DOS BRASILEIROS??

  35. É ESCÁRNIO, atrás de ESCÁRNIO, pra cima do judiciário, que como Rabopreso que é, ainda dá atenção a uma BARBARIDADE dessa. Olha já ACREDITO no que o Jararaca falou, se voltar a presidência 🙌 vai mandar prender o Moro.

  36. O advogado é atrevido. Ao invés de defender o seu cliente, está tomando satisfação com a polícia que fez o trabalho. Periga de querer matar quem forneceu o endereço do bunker e demais envolvidos. Jamais poderá saber. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Cada adv. pior que o outro.

  37. Fosse num país SÉRIO, o gordinho levava uma surra de toalhas molhadas na LOMBA por essa ” piada ” de requerimento. Aqui, são capazes de passar pro meliante mandar matar, não duvido.