Lula é “alvo das elites porque bebe cachaça”

Um grupo de 77 “cabeças” divulgou manifesto de apoio ao recurso de Lula à ONU. Seus argumentos seriam pueris, se não pretendessem esconder crimes.

O texto diz que Lula “é alvo das elites” porque “ele é filho da miséria; porque ele é nordestino; porque ele não tem curso superior; porque ele foi sindicalista; porque foi torneiro mecânico; porque é fundador do PT; porque bebe cachaça; porque fez um governo preferencialmente para as classes mais baixas e vulneráveis; porque retirou da invisibilidade milhões de brasileiros etc.”, segundo a Folha.

É o velho blá-blá-blá de quem não quer falar de mensalão, petrolão, triplex, sítio etc.

A nota é assinada por advogados, procuradores e professores como o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, o ex-conselheiro do CNJ Marcelo Neves, o deputado petista Wadih Damous e o subprocurador-geral da República Carlos Vasconcelos.