ACESSE

Genro de Paulinho da Força recebeu R$ 250 mil da JBS em contrato simulado

Telegram

Investigação da PF identificou uma transferência de R$ 250 mil reais do grupo J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, para o escritório do advogado Cristiano Vilela, genro de Paulinho da Força.

O pagamento ocorreu em 2012, quando Paulinho foi candidato a prefeito de São Paulo. À PF, Joesley afirmou que o dinheiro era um repasse de caixa 2 e que a transação foi disfarçada por meio de um contrato de consultoria jurídica assinado pela JBS com Vilela –o serviço nunca foi realizado.

Leia AQUI a reportagem de Fabio Leite na Crusoé.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários