“Gerdau continuou praticando crimes”

A Folha informa que o empresário André Gerdau, presidente da empresa, é o alvo do mandado de condução coercitiva. Jorge não está entre os alvos, conforme informado mais cedo pela Polícia Federal.

A operação de hoje foi deflagrada porque a PF constatou que, mesmo após a Zelotes, o Grupo Gerdau continuou “praticando os crimes de advocacia administrativa, tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, além de associação criminosa e lavagem de dinheiro”.

Faça o primeiro comentário