Gestão Witzel contratou Iabas sem consultar área técnica, diz ex-subsecretária

Gestão Witzel contratou Iabas sem consultar área técnica, diz ex-subsecretária
Reprodução/TV Alerj

A ex-subsecretária de Atenção Integral à Saúde do governo do Rio Mariana Scardua disse hoje, em depoimento, que a área técnica não foi consultada nas contratações realizadas em março, na gestão Wilson Witzel, para o enfrentamento da pandemia.

“Não fui consultada em momento algum sobre nenhum processo de contratação, desde medicamento, UTI, até organizações sociais e hospitais de campanha, que inclusive não estavam nos planos da SES para a primeira, segunda e terceira etapas, apenas na quarta etapa”, afirmou, durante depoimento no processo de impeachment do governador afastado.

Responsável pela elaboração dos termos de referência para contratações da pasta, ela disse que soube pela imprensa da contratação do Iabas para montagem de hospitais de campanha.

Disse ainda que, no início de abril, alertou o ex-secretário de Saúde Edmar Santos que o instituto “tinha um histórico de não entregar o que promete”. Foi exonerada no dia seguinte.

Leia mais: Quem são os integrantes do primeiro escalão de Joe Biden, cuja composição foi marcada pela previsibilidade.
Mais notícias
TOPO