Gilmar arquiva inquérito sobre Cássio Cunha Lima

A pedido da PGR, Gilmar Mendes arquivou um inquérito aberto com base na delação da Odebrecht para investigar Cássio Cunha Lima, informa O Globo.

Delatores da empreiteira haviam acusado o senador tucano de ter recebido R$ 800 mil da empresa via caixa dois em 2014, quando disputou o governo da Paraíba.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou que não foram coletadas provas suficientes para dar continuidade à investigação.

Você está preparado para lidar com a eventual volta do PT ao poder? Leia AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 13 comentários
  1. O Sr. Janot aceitou algumas Delações sem se preocupar com as provas,deveria ter sido mais cuidadoso, a LEI é clara :delação sem a prova correspondente não se aproveita; Janot foi um descuidado

  2. Vamos ver se o Gilmar Beiçola cumpre a palavra, ele disse que se o Bolsonaro ganhasse ele mudaria de país.Tenho até medo do meu coração não aguentar de tanta alegria. imagina a cara de bunda do

  3. “A pedido da PGR”… Quantas vezes você já leu isso? É uma promotoria essa Procuradoria ou é um escritório de advocacia dos CRIMINOSOS mais ASSASSINOS do Brasil????