Gilmar concede 'HC preventivo' para evitar prisão de três réus

Telegram

Contrariando entendimento do próprio STF, Gilmar Mendes concedeu liminar em habeas corpus impedindo a execução provisória das penas de três réus do processo principal da Operação Rodin, informa a Zero Hora.

A operação investigou desvios no Detran gaúcho. Em junho de 2016, o TRF-4 havia condenado os três réus — José Antônio Fernandes e seus filhos, Ferdinando Francisco Fernandes e Fernando Fernandes– a penas de até 15 anos e 6 meses de prisão.

A defesa dos Fernandes alegou que, na época da primeira sentença, maio de 2014, o STF ainda não admitia a execução da pena logo após condenação na segunda instância.

Gilmar aceitou o argumento.

Comentários

  • Aluzair -

    Gilmar Mendes contraria o que foi determinado em plenário e não há um ministro sequer que se levante contra o companheiro de toga... VERGONHA NACIONAL!!!

  • Marçal -

    Gilmar é Gilmar. Faz sentido nesta joça que viramos. Intervenção militar ou Bolsonaro e Mourão.

  • João -

    Advogado de bandidos de colarinho branco, imundos e fétidos, no Brasil, não advoga. Apenas investiga falhas no processo e apresenta a Gilmar Beiçola Babão Mendes, Ricardo Múmia Lewandowski e Toffoli.

Ler 65 comentários