Gilmar critica tese de novas eleições

Gilmar Mendes disse hoje a jornalistas que a proposta de convocar um plebiscito sobre novas eleições não faz sentido.

“Na verdade, nós não temos essa previsão. Em princípio eu não vejo razão para novas eleições. Como também não vejo razão e na verdade não tem previsão para plebiscito em matéria de emenda constitucional, não há previsão na legislação que regula o tema”, comentou o ministro, segundo registro do Estadão.

Rui Falcão concorda com Gilmar.

Faça o primeiro comentário