ACESSE

Gilmar decide encaminhar inquérito de Aécio para Justiça Eleitoral

Telegram

Gilmar Mendes decidiu encaminhar um inquérito envolvendo o deputado Aécio Neves para a Justiça Eleitoral de Belo Horizonte, informa o Estadão.

O caso envolve supostos pagamentos por meio de contratos fictícios que teriam beneficiado a campanha de Aécio à Presidência da República em 2014.

Segundo colaboradores da Odebrecht, o hoje deputado tucano teria pedido inicialmente valores divididos em dois contratos — de R$ 3 milhões cada. A primeira parte teria sido paga; a segunda, não.

Gilmar Mendes também negou um pedido da defesa de Aécio para que o inquérito fosse arquivado. Na avaliação do ministro do STF, “existem indícios que devem ser aprofundados a partir das linhas investigativas estabelecidas pela Polícia Federal e Ministério Público”.

Exclusivo: os grampos da farra de Joesley Batista com os poderosos. CONFIRA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 55 comentários