ACESSE

Gilmar celebra banimento de assessores bolsonaristas do Facebook

Telegram

Pelo Twitter, Gilmar Mendes afirmou que a decisão do Facebook de banir perfis ligados a assessores da família Bolsonaro, “envolvidos na divulgação de fakenews, demonstra a relevância do trabalho desenvolvido no chamado inquérito das fake news”.

“Disseminar o ódio e incentivar ataques às instituições do país são atitudes que não podem ser toleradas em uma democracia”, postou o ministro.

O inquérito das fake news, registre-se, foi o meio pelo qual Alexandre de Moraes mandou censurar a Crusoé e O Antagonista por uma reportagem que mostrava como Marcelo Odebrecht chamava Dias Toffoli.

Leia mais: Gabinete do ódio atacou Sergio Moro e a Crusoé. Clique e leia mais

Comentários

  • Jade -

    Não sei como Crusoé/Antagonista ainda escrevem sobre os ministros do STF, como esqueceram rápido a ação que sofreram ano passado deste mesmo tribunal através do ministro Alexandre de Moraes.

  • EGIDIO -

    Quanto mais velhos, mais idiotas.

  • Paulo -

    Sai pra lá, libertador mor do nove dedos!

Ler 70 comentários