Gilmar diz que ideia de reverter cancelamento de títulos é ‘pelo menos extravagante’

Gilmar Mendes inicia seu voto dizendo que contestar, às vésperas do pleito, o cancelamento dos títulos de eleitores que não fizeram a biometria “soa, para usar uma expressão mais suave, pelo menos extravagante”.

“Não se pode provocar uma discussão desse tipo a 10 dias das eleições, em relação a uma lei de 1985. É preciso que nós tenhamos presente o princípio da responsabilidade.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Por acaso é extravagante quando o Ministro falta a uma sessão importante do STF porque viajou? É o tal do faça o que eu mando e não faça o que eu faço. Deprimente para a mais alta Corte brasile

Ler mais 25 comentários
  1. Por acaso é extravagante quando o Ministro falta a uma sessão importante do STF porque viajou? É o tal do faça o que eu mando e não faça o que eu faço. Deprimente para a mais alta Corte brasile

  2. É também! Mas extravagante, extravagante, mesmo, é juiz do STF soltar amigos criminosos presos. É juiz da mais alta corte do país atacar a justiça porque prende poderosos. Não é mesmo, Gilmar

  3. Lei existe para ser respeitada e cumprida, não conforme conveniência da esquerda como agora ! o voto impresso não foi de interesse da esquerda( fraude ) e além disso querem usar eleitores ilegais

  4. Será que os adEvogados do Lula não irão usar a história do voto em urna de lona como uma questão de ordem, para dar azo a uma nova votação? O Lewandowski não está combinado com os causídicos

  5. O PT tem a grana pra pagar pelo voto de cabresto, mas esqueceu de combinar com o povo a biometria! Ahahaha! Bizarro! Estavam preocupados com os bandidos Lula e ZD e esqueceram dos eleitores! Ahaha!

  6. Em 2017, em gastei uma hora do meu dia para fazer esse Cadastro de Biometria. Foi uma correria. E eu sou povão. Lei é Lei. Agora o PT quer revogar a Lei por conta própria? Pode isso Arnaldo?