ACESSE

Gilmar diz que TSE não "está voltado para uma eventual cassação" de Bolsonaro

Telegram

Gilmar Mendes afirmou hoje que não acredita que o TSE esteja “voltado” neste momento para uma possível cassação da chapa de Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão nas eleições de 2018.

A declaração foi dada em entrevista ao Valor (leia mais aqui).

“Talvez nem ache que o TSE está voltado para uma eventual cassação de chapa”, afirmou o ministro do Supremo ao ser questionado sobre essa possibilidade.

Segundo Mendes, o objetivo principal da corte eleitoral ao analisar os processos envolvendo a chapa de Bolsonaro é “minimizar, reduzir os efeitos das fake news, dessa má utilização da internet no processo eleitoral”.

“Eu acho que esse aprendizado é que é importante. […] Como evitar que as fake news afetem o resultado eleitoral, que é uma preocupação, como vocês sabem, mundial”, disse. “Acho que precisamos estar atentos a isso. Mudou um pouco o conceito do que era abuso de poder econômico e abuso de poder político.”

Ainda segundo Gilmar, as ações em curso no TSE serão “certamente” analisadas “com o devido cuidado”.

Leia também: A 'insólita ameaça' de Bolsonaro na 'guerra' com o STF

Comentários

  • Gustavo -

    Óbvio! No Brasil, o excesso de provas é motivo de absolvição. Além disso, o Ministro da Defesa não teria sido assessor de Gilmar Mendes?

  • Adriana -

    E alguém acha? Até parece!

  • Angelo -

    E, claro, quanto mais provas, menos provável uma cassação. É a teoria do “excesso de provas”.

Ler 40 comentários