Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Gilmar libera saída de Marcelo Crivella do país

Ministro do STF, que já havia revogado prisão domiciliar, devolveu o passaporte do ex-prefeito do Rio, convidado por Bolsonaro para ser embaixador na África
Gilmar libera saída de Marcelo Crivella do país
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Gilmar Mendes suspendeu nesta sexta-feira (13) a proibição de que Marcelo Crivella deixe o país e determinou a devolução do passaporte do ex-prefeito do Rio, que havia sido apreendido em dezembro de 2020, quando Crivella foi preso.

Em sua decisão, o ministro do STF disse estar liberando a saída do país do bispo licenciado da Igreja Universal por não haver “nenhuma notícia recente da existência de qualquer fato que aponte para um possível risco de o paciente se esquivar da aplicação da lei penal”.

Em fevereiro deste ano, o próprio Gilmar havia revogado a prisão domiciliar de Crivella, substituindo-a por medidas cautelares alternativas e retendo o passaporte do ex-prefeito.

No mês passado, a defesa do bispo e sobrinho de Edir Macedo havia solicitado a devolução do passaporte à Justiça Eleitoral do Rio de Janeiro, mas o pedido foi negado.

Antes disso, em junho, Jair Bolsonaro convidou Crivella —que responde por corrupção e falsidade ideológica eleitoral— para ser o embaixador do Brasil na África do Sul. É um posto estratégico para a Universal, acusada de lavagem de dinheiro em Angola.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO