Gilmar libera votação da reforma na CCJ

Telegram

Gilmar Mendes negou pedido do deputado federal Aliel Machado (PSB-PR) para impedir a votação da reforma da Previdência amanhã na CCJ da Câmara.

O parlamentar queria que o governo informasse antes ao colegiado sobre o impacto orçamentário da transição para o regime de capitalização.

O ministro disse que não havia prova de criação de despesa ou renúncia de receita e que o travamento da votação significaria ingerência indevida do Judiciário no Legislativo.

Comentários

  • Hélio -

    Beiçola acertou uma!!!

  • Antonio -

    Tchutchuca, vamos destravar a Petrobrás e a tabela de frete dos caminhoneiros?Onde está o Tigrão liberal?E o sigilo sobre os cálculos da Previdência? Onde está a transparência?Hipócritas!

  • Luiz -

    Ele é contra a interferência do judiciário em outro Poder? Fala sério, conta outra beiçola.

Ler 44 comentários