ACESSE

Gilmar liberta condenados em segunda instância

Telegram

Gilmar Mendes concedeu liminar contra a execução de pena em segunda instância para quatro réus apanhados pela Operação Catuaba, que investiga sonegação fiscal no setor de bebidas.

Os réus estavam presos desde junho do ano passado.

Gilmar é um ministro coerente.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 172 comentários