Gilmar manda soltar ex-secretário de Cabral

Em mais um capítulo da série “Gilmar manda soltar”, o ministro do STF mandou libertar Wilson Carlos, ex-secretário de Sérgio Cabral e um dos alvos do braço da Lava Jato no Rio.

A prisão fora decretada em novembro de 2016 por Marcelo Bretas, que alegou necessidade de garantir a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal.

Para Gilmar, a prisão preventiva não se baseia em “elementos concretos”. O ministro ordenou que Wilson Carlos seja proibido de manter contato com os demais investigados e entregue seu passaporte, entre outras medidas.

O "velho Brasil" contra-ataca a Lava Jato e Sergio Moro. Entenda AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 145 comentários
  1. É sr. Gilmar, sempre na defesa dos corruptos. Só porque o mandou ele não fazer uma série de coisas em liberdade, ele não fará. Os novatos do Brasil confiam na sua capacidade de convencer os band

  2. Gilmar Mendes continua a trair a pátria, a envergonhar a casa e os pares e a proteger criminosos, só povo pode resolver isto, demonstrando com veemência, mas sem violência o seu descontentamento.

  3. Todas as sextas mais um bandido é solto pelo libertador-mor do stf (Sindicato dos Traidores e Farsantes). Espero, sinceramente, que a partir de janeiro o cabo e o soldado estejam à postos.

  4. Situação politica a parte, O Hugo Chaves, quando presidente Venezuela, mandou prender ministro da Suprema Corte por ter mandado soltar preso e p/cumprir resto da pena do condenado. Gilmar merece iss

  5. Ditadura d toga RED é antidemocrática/autocrática/ilegal.Representam como indicados políticosde partidos que executam esquemas transnacionais, a situação calamitosa de termos uma Corte infiltrad

  6. Os números de vezes que intercedeu desse módo já não é uma evidência absoluta que sua conduta e presença naquela casa não representa os interesses do País que devería defender?

  7. Isso é um verdadeiro ACINTE para com o MP, até quando será suportado estas chicanas desses ditos Ministros ? Falar que é vergonha, já não cabe, isso é SEM VERGONHA, assim fica politicamente cer

  8. Taenia solium falando pro retrofurículo, hoje é 6 feira, viu. Hora daquela coçadinha? A minha caneta Bic tá na mesa? Mas senhor a Bic é do Presidente. Porra me dá a Parker então. Que se solte o

  9. Uma vez ou outra,é compreensível que a opinião pública não entenda as motivações pelas quais um Juiz decrete em favor de um réu;mas todo o dia…Não tem opinião pública que entenda

  10. Esse pulha sempre apronta alguma para ficar em evidência e falarem dele e ao mesmo tempo passando a mensagem que é deus e pode tudo e é intocável,lamentável o Brasil não ter tradição com Snipe

  11. Beiçola já está na hora de você ser cassado seu FDP, fabricante bem sucedido de Hebeas Corpus, e que deve estar enriquecendo as custas da produção de sua fábrica de libertar bandidos da sua esp

  12. Esse sim é que deve ser julgado pelo CNJ. É um cínico, criador de caso, esta se lixando se a lei seja cumprida ou não. Solta bandidos como defeca suas fezes, emanando fedor e nojo por todos os la

  13. Por onde anda o juiz que insinuou que Gilmar Mendes recebeu malas de dinheiro para soltar Garotinho! Glaucenir Oliveira abre o bico, revela o que está por dentro das malas e quem e como foi pago!!!

    1. E para qual “missão constitucional” teriam sido indicados pelos ilustres Lula, Dilma, Temer, Sarney, FHC e Collor e ainda aprovados pelos não menos ilustres senadores?

  14. Pena que não podemos mais nos manifestar. ..senão semeremos presos. Mas que dá vontade de chamar esse ministro de bandido dá. Pena que não podemos mais nos manifestar (chorando aqui)

    1. Petralha imbecil detected! É o que tem Bolsonaro, legitimamente eleito, a ver com isso? Quem tem afinidade com criminosos é tente como você, estrume vermelho!

    1. Lá no nordeste, chamam covardia em relação àquele que não auxilia do volta alguem que lhe concedeu favores, especialmente esdruxulos. A covardia que Lula se queixava seria falta de ajuda