ACESSE

Gilmar manda soltar ex-secretário de Cabral

Telegram

Em mais um capítulo da série “Gilmar manda soltar”, o ministro do STF mandou libertar Wilson Carlos, ex-secretário de Sérgio Cabral e um dos alvos do braço da Lava Jato no Rio.

A prisão fora decretada em novembro de 2016 por Marcelo Bretas, que alegou necessidade de garantir a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal.

Para Gilmar, a prisão preventiva não se baseia em “elementos concretos”. O ministro ordenou que Wilson Carlos seja proibido de manter contato com os demais investigados e entregue seu passaporte, entre outras medidas.

O "velho Brasil" contra-ataca a Lava Jato e Sergio Moro. Entenda AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 134 comentários