ACESSE

Gilmar manda soltar mais três executivos presos por Bretas

Telegram

Gilmar Mendes voltou com tudo do recesso do Judiciário.

O ministro mandou soltar três executivos presos no começo de julho durante a Operação Ressonância, um dos desdobramentos da Lava Jato no Rio de Janeiro com foco no setor de saúde, informa O Globo.

“São eles: Daurio Speranzini Junior, executivo da GE e ex-executivo da Philips; Miguel Iskin, da Oscar Iskin; e Gustavo Estellita, sócio de Iskin em outras empresas. Eles terão que cumprir apenas duas medidas restritivas: estão proibidos de manter contato com os demais investigados por qualquer meio, e não poderão deixar o país, devendo entregar o passaporte em até 48 horas.

As prisões tinham sido decretadas pelo juiz federal Marcelo Bretas, a pedido do MPF.”

 

Comentários

  • Carlos -

    A beiçola do cacique "Touro Sentado" voltou com toda a corda. Vai mandar soltar o Cabral loguinho! Esperem pra ver!!!

  • Gilmar -

    Nada como ter o AMIGO GILMAR, para proteção dos CORRUPTOS. Sempre boicotando a Justiça. As contribuições ao seu Instituto devem bombando. Está destruindo a Justiça do Brasil

  • Mario -

    Quando alguém vai dar um fim a tudo isso?

Ler 53 comentários