ACESSE

Gilmar mantém namorada de Dario Messer presa

Telegram

Gilmar Mendes negou um habeas corpus a Myra Athayde, namorada de Dario Messer, o “doleiro dos doleiros”. O ministro considerou que não há flagrante ilegalidade que justifique reverter a prisão.  Ela está presa em Bangu desde 19 de novembro.

O ministro afirmou que não há elementos que justifiquem suprimir instância, uma vez que ainda tem julgamento pendente no Superior Tribunal de Justiça. “Não se tratando de decisão manifestamente contrária à jurisprudência do STF ou de flagrante hipótese de constrangimento ilegal, e salvo melhor juízo na apreciação de eventual impetração de novo pedido de habeas corpus a ser distribuído nos termos da competência constitucional desta Corte (CF, artigo 102), descabe, neste momento, afastar a aplicação da Súmula 691 do STF”.

Para os investigadores, foram encontradas provas consistentes de que Myra, além de namorada do doleiro, também atuava no exterior para cumprir as ordens dele e ocultar recursos. Segundo o MPF,  isso demonstra que a paciente não era mera companheira, mas verdadeira operadora do esquema de lavagem de dinheiro fora do país.

Os investigadores consideram que a namorada do doleiro teve atuação central e de relevância no suposto esquema, tendo alugado imóvel para que Messer ficasse escondido, recebido diretamente, e por intermédio de seus pais e outros investigados, valores supostamente ilícitos, intermediado contato com supostos operadores financeiros, constituído offshore e aberto conta no exterior, bem como empreendido diversas viagens ao exterior.

Basta de atritos com Bolsonaro. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 23 comentários