Gilmar Mendes e Lewandowski batem boca

Tarde quente em Brasília. Além da invasão da Câmara, o STF ferveu. Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski bateram boca, após o primeiro pedir vista de uma matéria. Eis a troca de gentilezas:

Lewandowski: “Que coisa mais heterodoxa” [referindo-se ao pedido de vistas].

Mendes responde, dizendo que heterodoxo é Lewandowski: “Basta ver o que vossa excelência fez no Senado” [referindo-se ao desmembramento do processo de impeachment de Janete].

Lewandowski: “Bata ver o que vossa excelência faz diariamente nos jornais.”

Diante do climão, a presidente do STF, Cármen Lúcia, encerrou a sessão. A matéria que causou a confusão é um recurso sobre se é possível cobrar contribuição previdenciária de pagamentos que não se referem ao salário ou aposentadoria, como o adicional de férias, adicional noturno e por insalubridade.

Lewandowski acompanhou o relator, ministro Luís Roberto Barroso, e votou contra a cobrança. Gilmar Mendes votou a favor, mas pediu vista depois.

Faça o primeiro comentário