Gilmar Mendes manda suspender inquérito contra Beto Richa

Gilmar Mendes concedeu liminar nesta segunda suspendendo inquérito que tramita no STJ contra o governador do Paraná, o tucano Beto Richa.

Baseado na delação de Luiz Antônio de Sousa, auditor fiscal da Receita no Paraná, o inquérito havia sido aberto para investigar a suposta arrecadação de R$ 4,3 milhões em propina para a campanha de Richa em 2014.

“A manutenção do trâmite de investigação sem um mínimo de justa causa contra o governador do estado compromete não apenas a honra do agente público, mas também coloca em risco o sistema político”, escreveu Gilmar na decisão.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 9 comentários
  1. Não quero de maneira nenhuma livrar a cara de ninguém, mas o que é um Gilmar Mendes perto de 3.301.322 eleitores de Beto Richa? Ou devo perguntar isso a David van Reybrouck? Que diria ele de um sorteio entre Richa, Roberto Requião e Gleisi Hoffman?