Gilmar Mendes segurou por 5 anos o inquérito de Romero Jucá

Alguns ministros do STF, disse Gilmar Mendes, “decidem de acordo com o que as ruas podem imaginar que é justo”.

Ele costuma fazer o contrário.

Bernardo Mello Franco, em O Globo, citou o exemplo do inquérito de Romero Jucá, que foi prescrito depois de 14 anos parado no STF:

“Em abril de 2006, Gilmar Mendes pediu vista do inquérito contra Jucá. Ele levaria quase três anos para devolver os autos, em fevereiro de 2009.

Depois disso, o ministro assumiu o comando da Corte e ainda esperou até setembro de 2011 para pautar a questão de ordem que levantou. Ele propôs devolver o caso à primeira instância, mas foi derrotado na votação em plenário.

Durante os cinco anos em que Gilmar segurou o inquérito, o relógio correu contra a investigação e a favor de Jucá.”

As ruas realmente não entendem o que é justo.

Mais lidas
  1. Governo estima que mortes por Covid cheguem a 2 mil por dia

  2. Assessor de Mourão procura Congresso: "É bom estarmos preparados"

  3. AGÊNCIA DA ALEMANHA RECOMENDA QUE VACINA DA ASTRAZENECA NÃO SEJA USADA EM MAIORES DE 65 ANOS

  4. "Mega epidemia daqui a 60 dias"

  5. Defesa: leite condensado tem "potencial energético"

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 111 comentários
TOPO