Gilmar Mendes: “Um quadro de descalabro tão grande…”

De Gilmar Mendes, hoje, sobre o conteúdo dos depoimentos de ex-executivos da Odebrecht ao TSE:

“Acho que nós vivemos, isso não precisa das delações, nas últimas décadas, um quadro de descalabro tão grande que é difícil classificar essa apropriação do público pelo privado, essa relação anárquica e promíscua.”

Faça o primeiro comentário