Gilmar: “São pessoas que cometeram crimes, mas nem por isso perderam direitos”

Em seminário sobre Independência e Ativismo Judicial, no STJ, o ministro Gilmar Mendes disse, há pouco, que quem concede um habeas corpus “tem que nadar contra a corrente em alguns momentos”.

“Em geral, os direitos fundamentais, sua segurança, sua garantia se faz muitas vezes de forma mal compreendida, contra a opinião publica.”

Gilmar também afirmou:

“Não é a Madre Teresa de Calcutá que aparece na Justiça Criminal. Não são tipos angelicais. Em geral, são pessoas que cometeram crimes, mas nem por isso perderam direitos, isso precisa ser respeitado.”

O registro é do Jota. Vale lembrar que, na última sexta-feira, Gilmar mandou soltar, de novo, Jacob Barata Filho.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Será que tem gente que procura respeitar mais os direitos de quem cometeu crime do que os direitos daquelas pessoas de bem que foram prejudicadas direta ou indiretamente por quem cometeu crime?

Ler mais 67 comentários
  1. Será que tem gente que procura respeitar mais os direitos de quem cometeu crime do que os direitos daquelas pessoas de bem que foram prejudicadas direta ou indiretamente por quem cometeu crime?

  2. Ele fala a verdade. Foram as pessoas de bem que perderam os direitos. Vagabundos genocidas a Justiça e demais instituições se esforçam para mantê-los, independente de provas, de requerimentos de instâncias inferiores, do clamor público, do senso comum, da moralidade, da lógica, da verdade, da penúria do povo e da opulência à olhos vistos dos pilantras.

  3. Corrigindo:

    “São pessoas MILIONÁRIAS e COM GRANDE PODER DE INFLUÊNCIA que cometeram crimes, mas nem por isso perderam direitos”.

    O pobre assalariado, mesmo honesto, se for acusado indevidamente por qualquer crime, corre um risco altíssimo de ser jogado em uma cela e permanecer na prisão por anos e anos sem julgamento.

  4. Os delitos de Gilmar são GRAVES. Da cadeira de ” Ministro” burla a justiça, favorece amigos e compadres, e manda soltar. GILMAR não obedece aos trâmites, Gilmar faz o que quer como bem entende. Gilmar é um Napoleão de Hospício. Quem fiscaliza Gilmar e o impede de cometer tantas falcatruas judiciais? Ou obstrução e burla não é delito grave?

  5. BEIÇOLA,UM CRIMINOSO PERDE PARCIALMENTE OS “SEUS DIREITOS” É POR QUE COMETEU UM “ATO” CONTRA ÁS LEIS VIGENTES E POR ISTO MESMO É QUE TEM QUE SE SUJEITAR ÁS LEIS VIGENTES,E NÃO AO CONTRÁRIO .
    REVEJA SEUS CONCEITOS,POIS ESTAMOS HÁ 517 ANOS COM “SCROTUS PLENUS” DE TANTOS EXECUTIVOS,JUDICIÁRIOS E LEGISLATIVOS E O AUÊ CONTINUA.
    ESTAMOS NO SÉCULO XXI DC , VIU?

  6. Mas o que parece é que essas pessoas ganharam direitos….o direito de cometer crimes e não serem responsabilizados como todos os demais cidadãos. Advocacia não é a arte de sofismar pra burlar as leis, buscar fazer regras das exceções ou usar de constante contraponto pra proteger amigos atropelando a Justiça e a expectativa de Justiça da sociedade. Lamentavelmente, não beira a imoralidade os atos desse Ministro, beira a despudorada indecência!…

  7. PF, MPFS, GILMAR MENDES ESTARÁ SENDO BEM PAGO PARA SOLTAR os que cometem delitos de corrupção? Seu impedimento, sua dissumulação, é prova inconteste de que sim. Está favorecendo bandidos de estimação. A sociedade civil exige o impedimento deste transgenico fajuto de ministro.

  8. QUE INSANIDADE!
    PARA GILMAR, CRIMINOSO ENDINHEIRADO É UM INJUSTIÇADO, QUE NÃO PODE FICAR NA CADEIA!
    SÓ POBRE PODE, POIS NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR ADVOGADO, NEM COMPRAR MINISTRO DO STF OU STJ!
    O JUDICIÁRIO TALVEZ ESTEJA MAIS PODRE QUE O LEGISLATIVO E EXECUTIVO!
    E AS FFAA DE QUE LADO ESTÃO?

  9. A meu juízo estamos no limiar de ruptura civilizatória no Brasil.
    Mais hora menos hora nossos ilustres safados (Gilmar Mendes, Lula, Dilma, Aécio, Eduardo Cunha etc) serão linchados em público.
    Por que estes senhores não fazem um teste. Caminhem em qualquer shopping.

  10. Mas tem um pequeno detalhe, quem morreu numa fila do SUS, porque o dinheiro que poderia melhorar o atendimento foi roubado, perdeu todos os direitos, inclusive o direito à vida.
    gilmar não sabe o que fala.

  11. Esse Gilmar Mendes é bandido mesmo sem ter vergonha de ser. Obstruidor da justiça na Suprema Corte que não tem ninguém que valha nada. Esse país não tem jeito, acabou, toda a sociedade decente vai cair fora, quem vai lucrar com esse exodo será Portugal.

  12. Está certo Gilmar. Numa corruptocracia o criminoso de colarinho branco tem que manter seu direito de continuar cometendo crimes. Afinal, foi para isso que ele comprou agentes públicos das 3 esferas do “puder”.

  13. “”” “”” “”” … … … são pessoas que cometeram crimes, mas nem por isso perderam direitos, … … .. “”” “”” “””
    mas, pagaram quanto ??? ??? ???

    N.Ã.O EXISTE ALMOÇO DE G.R.Á.T.I.S !!!

  14. …essa lambança jurisprudencial, essa rasgadura da Carta Magna, essa esbórnia ampla geral e irrestrita para com a Constituição Brasileira, que supremo Gilmar IDP engendra e joga no ventilador do Estado Democrático de Direito, sem medo de ser feliz…em alguma ilha paradisíaca, ainda vai custar muito caro, se não ao país já dilapidado e mal pago, aos arrolados donos das malas de dinheiro roubados da viúva-alegre e desde sempre impunes na velha demanda “maldição de gafanhotos” das terras brasilis sob jugo capitanias hereditárias do velho patronato brasileiro com seus venais sabujos políticos e ser/vis juízes cartoriais.

  15. Conclusão, os crimes praticados, não importa quais, são insignificantes diante dos direitos do criminoso responder em liberdade. Ex. condenado a mais de 278 anos de cadeia ser solto e usar o seu direito de fugir. Entendi, isso é que é interpretação ao pé da letra, não considera a situação, para isso não precisaria de juiz para determinar, bastaria um oficial de justiça ou publicação no Diário Oficial: você que foi notificado dos crimes denunciados e relatados, foi condenado a 278 anos de cadeia, aguarde decisão a ser ratificada até serem utilizados todos os seus direitos de defesa que você tiver condição de pagar e, em último caso, se for condenado, será comunicado por esse canal. Até lá todos os seus direitos de ir e vir, principalmente o primeiro, estão irrevogavelmente garantidos.

  16. E olhem o tamanho do crime que o Barata cometeu, ajudou a afundar uma cidade, e a matar centenas em espera na saúde, GM acha que somos todos bandidos iguais a ele e sua companheirada na delapidação do país.

  17. Estas pessoas abaixo perderam o direito, QUEM SERÁ POR ELAS.
    Não deixe de Contar, as que já morreram, já não pode reivindicar seus direitos, mas aumenta a cifra….
    904 mil pessoas esperam por uma cirurgia no SUS
    Levantamento do Conselho Federal de Medicina mostra que 904 mil pessoas esperam por uma cirurgia considerada não urgente no SUS. O número pode ser maior, já que leva em conta dados de apenas 16 Estados e dez capitais.
    http://saude.estadao.com.br/noticias/geral,pais-tem-904-mil-na-fila-por-cirurgia-eletiva-no-sus-espera-chega-a-12-anos,70002106713
    FALO DAS VIVAS -apesar que não tem a ¨urgencia¨, mas ¨…Parte desses pacientes aguarda o procedimento há mais de 10 anos…) Será que o ESP mentiu!?!?!?!!?

  18. Uma vez tendo cometido crime, seu F.D.P, o criminoso perde o direito à cidadania. Não foi a sociedade que abdicou dele; ele próprio dela se alijou e passou a atacá-la. Portanto, deve ser encarcerado, sim!
    O resto é desculpa esfarrapada para soltar os da sua corja.

  19. Quando a Corneta soar e os Regimentos iniciarem o processo de Intervenção no país, coisa que a mídia podre nem cita, por medo, quero ver a cara desse juiz bandido.
    Com certeza ele será um dos primeiros a ser preso, junto com Temer e Lula, e o país vai soltar fogos de artifício, e haverá danças nas praças e folguedo nas ruas.
    Venham Generais, o povo os aguarda com aplausos e gritos de alegria. Eu estarei aplaudindo.

  20. Errado. Quem comete crimes perde direitos, sim: vai preso, perde liberdade, direitos civis, direitos políticos, etc. Só não perde o direito de ser tratado de forma digna dentro da prisão.

  21. Se há algo de que não se pode acusar Gilmar Mendes é de falta de independência e coragem na aplicação da lei, mesmo que isso desagrade 95% da opinião pública e dos veículos de cominicação.
    Em tempos de estrelismo, vaidade, busca de holofotes e descaso com a legalidade dominando o Judiciário e o MPF, mesmo que não se concorde com suas decisões, é necessário reconhecer que isso é um alento de esperança.
    O STF precisa entregar à sociedade técnica, objetividade e coerência, e não covardia para inflar o ego de prima donas.

    1. Temos excesso de justiceiros e tudo começou na era lulista com o discurso conveniente do MTB … daí tivemos o Mensalão bonzinho e agora a Lava Jato ruinzinha .

  22. =====================================================
    Bradesco dá milhões para Gilmar Mendes, PF tem que apurar.
    ====================================================
    .
    .
    .
    ==============================================
    Bradesco dá milhões para Gilmar Mendes, PF tem que apurar.
    ==============================================
    .
    .
    .
    #QueroUmBrasilÉtico
    #ForaCorruptos
    #ForaGilmar
    LINK:
    https://www.facebook.com/luizflaviogomesoficial/videos/514401748927393/
    ABRAM O LINK E VEJAM E OUÇAM O PROFESSOR LUIZ FLÁVIO GOMES
    COMPARTILHEM O VÍDEO
    ============================================

  23. “Aquele que disser ao ímpio: Justo és; os povos o amaldiçoarão, as nações o detestarão; mas para os que julgam retamente haverá delícias, e sobre eles virá copiosa bênção.” Provérbios 24:24-25

  24. engraçado só nada contra a corrente para soltar os patrocinadores de seu Instituto e aqueles que sua esposa ou o escritório a qual ela pertence defendem. É MUITA CARA DE PAU. MINISTRO AETICO E IMORAL. STF VERGONHA NACIONAL

  25. Um interesse individual não pode se sobrepor ao coletivo. Barata não deve ser beneficiado em detrimento ao interesse de quem usa o transporte publico. Um ministro do STF deve opinar sobre a constituição e não usar de subterfúgios jurídicos para soltar seu compadre investigado.