Gilmar se antecipa

Em meio a tantas interrupções do voto de Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes se antecipa para escancarar aos colegas seu conhecido posicionamento pela prisão de condenados antes do transitado em julgado.

Gilmar afirmou que “metade da população carcerária” está atrás das grades por “crime de bagatela”.

“Ministério Público não vai a presídio, juiz não vai a presídio… Essa é a realidade brasileira. Esse tema ficou totalmente esquecido.”

O tema de hoje, de fato, só interessa os graúdos que podem pagar advogados caros e a impunidade garantida por uma infinidade de recursos a tribunais superiores.

Faça o primeiro comentário