ACESSE

Gilmar suspende quebra de sigilo de ex-presidente da Vale

Telegram

Gilmar Mendes suspendeu a quebra dos sigilos fiscal e bancário de Fábio Schvartsman, ex-presidente da Vale, informa a Folha.

A quebra do sigilo havia sido aprovada em sessão da CPI de Brumadinho na Câmara dos Deputados, no dia 4 de junho.

Segundo o ministro do STF, não há “necessidade ou utilidade de tais dados para o prosseguimento da investigação”. “Quanto a este ponto, resta desrespeitada a garantia constitucional do direito à intimidade”, diz Gilmar.

Schvartsman foi afastado da presidência da Vale em março, após pedido da força-tarefa que investiga o rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em janeiro. A tragédia em Brumadinho deixou ao menos 245 mortos.

MORO PUNIDO E LULA SOLTO. É ISSO MESMO? Leia aqui

Comentários

  • Guilherme -

    Que legal! No caso da violação do celular do Moro a ilegalidade está extremamente aí, na violação da intimidade...Gilmar julga sempre conforme sua conveniência. Kajuru falou que ele gosta de dinheiro.

  • Alberto -

    Como podemos acreditar em um Supremo que se mostra incapaz, sem vontade e sem interesse para coibir as ações desse ministro? Se o STF se declara incompetente, a quem caberia tal tarefa? A Deus?

  • Hamilton -

    Esse sujeito não presta mesmo. Isso é podre, fede, devia ser colocado para fora do STF. Envergonha o país e o povo brasileiro como ministro da altas corte. Não vale o que come

Ler 88 comentários