Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Gilmar tranca inquérito contra André Esteves

Ministro do STF diz ver 'ausência de elementos mínimos de autoria e materialidade delitiva' em caso de suposta propina em contratos no setor de combustíveis
Gilmar tranca inquérito contra André Esteves
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Gilmar Mendes (foto) determinou o trancamento de inquérito contra o banqueiro André Esteves sobre supostas propinas na celebração de contratos de “embandeiramento” de postos de combustíveis, fechados pela BR Distribuidora com a empresa Derivados do Brasil.

A defesa de Esteves alegou ao STF que o inquérito —que tramitou quase cinco anos na 13ª Vara Federal de Curitiba, base da Lava Jato, e depois foi enviado para o Rio— deveria tramitar junto à Justiça Federal de São Paulo.

Os advogados do banqueiro solicitaram, caso esse pedido principal não fosse atendido,  o trancamento do inquérito, alegando que o procedimento estava amparado apenas na colaboração premiada de Delcídio do Amaral.

Gilmar, relator do processo no Supremo, decidiu trancar o processo por “excesso de prazo nas investigações e ausência de elementos mínimos de autoria e materialidade delitiva”. Segundo o ministro, tratava-se de flagrante constrangimento ilegal.

LEIA AQUI a íntegra da decisão de Gilmar.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO