Gilmar vai decidir sobre censura imposta à Globo no caso da rachadinha

Gilmar vai decidir sobre censura imposta à Globo no caso da rachadinha

Está no gabinete de Gilmar Mendes ação da Globo no STF contra a decisão da Justiça do Rio que proibiu a emissora de divulgar documentos da investigação sobre o esquema de rachadinha no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj.

A proibição foi determinada em primeira e segunda instância a pedido da defesa do senador, sob o argumento de que o caso tramita sob segredo de Justiça e de que ele goza da presunção de inocência enquanto não for condenado.

Na ação apresentada ao STF, a Globo argumentou que o senador é pessoa pública, que a sociedade tem direito à informação e a que a censura postulada por Flávio recai unicamente sobre a emissora.

“A tendência, a se manter esse tipo de decisão, é a de que se silenciem apenas os veículos de notícia que promovam visão crítica sobre as investigações de um Senador da República; algo inerente ao papel da imprensa como alternativa à versão oficial dos fatos”, diz outro trecho.

No STF, Gilmar Mendes também é relator da ação apresentada pelo Ministério Público para levar a investigação de volta para a primeira instância da Justiça.

Leia mais: Combo O Antagonista e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 89 comentários
TOPO