Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Gilson Machado e a 'sanfona de ouro'

Gilson Machado e a sanfona de ouro
Reprodução das redes sociais

Indicado para comandar interinamente o Ministério do Turismo no lugar de Marcelo Álvaro Antônio, o empresário Gilson Machado Guimarães Neto está longe de ser um mero personagem folclórico, como sugere o apelido de “sanfoneiro de Bolsonaro”.

Amigo de Jair Bolsonaro desde 2003 e parceiro de pescarias, Gilson Neto chegou ao governo ainda na transição, coordenando as equipes de turismo e meio ambiente. Assumiu o cargo de secretário nacional de Ecoturismo e Cidadania Ambiental, do MMA, onde também exerceu o cargo de secretário de Florestas.

Logo em maio, virou presidente da Embratur, após a queda do antecessor, promovendo em seguida a transformação do “Instituto Brasileiro de Turismo” em “Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo”.

Numa tacada só – via medida provisória -, transformou a autarquia em agência social autônoma, e abocanhou R$ 600 milhões do orçamento do Sebrae Nacional. A capacidade de articulação política chamou a atenção de Jair Bolsonaro, que passou a prestigiar o amigo em suas lives, provocando ciúmes em Marcelo Álvaro.

Gilson Neto também se aproximou de Eduardo Bolsonaro e Ricardo Salles, com quem foi flagrado pela Crusoé em animada conversa num famoso bar de Fernando de Noronha. À comitiva, juntou-se posteriormente Flávio Bolsonaro.

O grupo compartilha do ideário de desenvolvimento do turismo em áreas de preservação ambiental, especialmente através de resorts e cassinos, o que anima o lobby da construção civil.

O próprio Gilson é dono de uma pousada (Villas Taturé) numa praia em São Miguel dos Milagres (AL). Em 2016, ele foi autuado por descumprir notificação de retirada de tendas durante a noite, como consta do plano de manejo da APA local. A regra é para proteger a desova de tartarugas.

No ano passado, o analista ambiental Iran Normande, responsável pela autuação, foi exonerado da chefia da APA Costa dos Corais. Em março deste ano, o ICMBio extinguiu a multa.

Membro do trade turístico da Rota dos Milagres (AL) e do Convention Bureau de Maragogi (AL), Gilson Machado Neto é sobrinho do ex-deputado federal constituinte e usineiro Gilson Machado Guimarães Filho, próximo do ex-presidente João Figueiredo.

O tio do novo ministro do Turismo presidiu a Cooperativa dos Usineiros do Açúcar e do Álcool de Pernambuco. Em 1992, foi um dos 38 parlamentares contrários ao impeachment de Fernando Collor de Mello.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO