Girão: "Se a sociedade não reagir, a CPI vai blindar governadores e prefeitos"

Girão: “Se a sociedade não reagir, a CPI vai blindar governadores e prefeitos”
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Como mostramos, o senador Eduardo Girão (Podemos), tentará furar o acordo entre a maioria dos integrantes da CPI da Covid para tentar disputar a presidência da comissão com Omar Aziz.

O parlamentar, que rejeita ser chamado de “bolsonarista” e prefere se declarar “independente”, disse a O Antagonista que a comissão precisa ter “isenção” para investigar não apenas o governo federal, mas também estados e municípios.

Se a sociedade não reagir, a CPI vai blindar governadores e prefeitos que receberam bilhões. O comando da Comissão precisa ter isenção e ser independente para investigar governo federal, estados e municípios. Caso contrário, haverá flagrante suspeição e conflitos de interesses, inclusive político-eleitoreiros, o que seria uma covardia com o povo brasileiro que tem expectativa de que a CPI seja justa e busque a verdade, não apenas uma parte dela.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que tem coragem de fiscalizar TODOS os poderes
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO