Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Glaucos revela que advogado de Lula usava 'especialistas em transporte de dinheiro'

Num depoimento cheio de contradições, Glaucos Costamarques revelou um detalhe peculiar do negócio envolvendo a compra do imóvel para a sede do Instituto Lula.

Segundo ele, meses após fechar o negócio e receber R$ 800 mil, Roberto Teixeira pediu o dinheiro de volta na forma de “doação” para o ex-presidente.

Glaucos ficou indignado, pois havia emprestado seu nome para a negociata com a DAG Construtora, mas concordou após ser aconselhado pelo primo Bumlai. “Ele me disse: ‘Faz isso por mim, não vou me indispor com esse pessoal.”

Como havia pago R$ 120 mil de impostos, fora passagens aéreas, Glaucos disse que só devolveria R$ 650 mil. A surpresa foi que Teixeira mandou ele sacar o dinheiro em espécie para ser recolhido por uma equipe que iria até sua casa, em Campo Grande (MS).

“Quando chegou o carro, eu conversei com os motoristas. Eram dois, que se revezavam. Eles disseram que eram especialistas em transporte de dinheiro e que tinha um cofre no banco traseiro do carro. Eu vi. Eles têm um jeito de abrir o banco. E eu entreguei os 650 mil para eles.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO