GLEISI E PAULO BERNARDO SÃO RÉUS

A Segunda Turma do STF acaba de colocar no banco dos réus Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Os dois são acusados de usar 1 milhão de reais desviados de contratos da Petrobras na campanha dela ao Senado, em 2010.

Também vira réu Ernesto Rodrigues, apontado pela PGR como emissário da propina.

Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski acompanharam o relator Teori Zavascki.

Já há, portanto, votos suficientes.

Votam agora Celso de Mello e Gilmar Mendes.

Faça o primeiro comentário